De boas intenções o inferno está cheio?

Por Rosiane Braga
Foto: DDiArte

Hoje resolvi escrever este post porque percebo que as pessoas estão cada vez mais solitárias por não acreditar nas outras. O problema é que o fato de estarem sozinhas é opcional. Não sou psicóloga, mas este mês tenho sido vítima de desabafos sobre situações que caracteriza esta revolta.

O desejo cada vez maior de alcançar os objetivos é um dos fatores que acarretam comportamentos desleais. Muitas pessoas preferem usar falsas imagens que aparentam um perfil amigável por medo da exposição.  A utilização de redes sociais para criar outras identidades é explícita.

Supomos que a explicação para tais atitudes envolve medo do julgamento da sociedade, preconceitos e ânsia por satisfazer expectativas. Não devemos generalizar as situações, ainda se pode confiar nas pessoas. Tudo é relativo! O que pode ser feito é ter cautela no acreditar e revelar.

O escritor Oscar Wilde afirma que “As boas intenções têm sido a ruína do mundo. As únicas pessoas que realizaram qualquer coisa foram as que não tiveram intenção alguma”. Se prender a esta frase talvez seja determinar uma posição.

A tendência para o excesso de confiança é a mágoa. Isto pode ser comprovado por certos acontecimentos. Desconfiar de alguém ou que algo pode dar errado é antecipar problemas e buscar alternativas para contorná-los. Evite as frustrações, mas não se deixe levar pelo ceticismo.

Comentários

  1. Olá, querida Rosiane!!! Espero que estejas bem!!!Obrigada por seu comentário em meu Blog= essa sua postagem é MA-RA-VI-LHO-SA!!!!! Amei. Muitos beijos carinhosos= Dominique

    ResponderExcluir
  2. Adorei o novo post! Parabéns bunitona! Beijo, Gizeli.

    ResponderExcluir
  3. Dominique e Gi, obrigada pela visita!
    Um grande beijo a vocês!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Carmen Steffens apresenta linha de chinelos

Kim Kardashian na capa da ‘Harper’s Bazaar’

SP Fashion Week N44: Osklen

Sandálias da Ipanema ganham novas cores

Conheça os danos da maquiagem vencida