Eternamente criança

Por Rosiane Braga
Foto: DDiArte

Ilari, lari ê Ô, ô, ô Ilari, lari ê Ô, ô, ô deixe fluir a criança que existe dentro de você! Senti o cheirinho do que eu tinha escondido na lancheira e lembrei que na gaveta guardava o meu elefante rosa preferido. Gostoso também é lembrar do último pedaço do cobertor minúsculo que arrastava pela casa. O bico não deixou herança, o que restava dele o ratinho do telhado levou.

Silêncio! Tá na hora do Pica-Pau e a seqüência repetia: Tom e Jerry, O Mundo Fantástico de Boby, Tartarugas Ninjas.... Pausa só na hora da tarefa de casa! Expectativas vinham quando a tia pregava na agenda o convite de aniversário do coleguinha. Mãe prepare a lembrança porque amanhã é dia de festa na escola.

Máscara de carnaval, ovo de páscoa, cartinha para mamãe e papai tudo isso e muito mais. Algodão doce prega nos dentes! Hum, alfabetização! Já sei todas as famílias e escrevo o meu nome... E o tempo passa, mas o bom mesmo é ser a noivinha da quadrilha com o menino mais lindo da sala, guardar fotos é melhor ainda, isso é o seu momento!

Jogar bete na rua, brincar de pique esconde e o nome da barbie ninguém esquece. A frase: “Vai tomar banho” também não sai do repertório. Ai, Ai, Ai que saudade da minha infância! Tudo isso está vivo dentro de nós e porque não reviver? Gostem de crianças, elas nos fazem sentir bem. Brinque, sorria, corra na chuva. Nunca abandone a criança que existe dentro de você, o que muda apenas é o preço dos brinquedos.







Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Carmen Steffens apresenta linha de chinelos

Kim Kardashian na capa da ‘Harper’s Bazaar’

SP Fashion Week N44: Osklen

Sandálias da Ipanema ganham novas cores

Conheça os danos da maquiagem vencida