Memories of a life time

Por Rosiane Braga

Ah eu quero esquecer! Esquecer! Esquecer! O pedido soa como um eco e não se liberta da mente humana. Somos assim! Seria fascinante se pudéssemos apagar tudo o que nos incomoda. O dia vai e vem às coisas acontecem, o que se foi apenas sai do cenário como uma donzela que recitava o belo poema no palco e esqueceu a letra. 

Ai que saudade! Dos tempos de criança quando se apagava o desenho torto e feio da escola e que podia tentar outra vez ou outras vezes. Tentar imaginar aquela grande borracha branca em nossa vida parece motivador, mas na vida não se utiliza às borrachas.

Que pena! Daquelas pessoas que não conseguem desmontar o cenário onde a peça não deu certo. Difícil? É sim, mas não impossível! Surpreendente é quando encontramos aquele bilhete dentro da agenda ou aquela aliança que a mãe guardou depois de ser jogada fora. Ah as mães! Elas não são culpadas de trazer as más lembranças. São as mães que mais desejam que as nossas histórias tenham o final feliz.

“Desejo reter em minha memória a tua lembrança”! Lembre-se! Do lindo sorriso, do olhar que preencheu o vazio do coração, do abraço acolhedor, das conversas entre amigas, etc, etc e etc. Enfim daqueles que te fazem bem. Para que um dia você possa realmente guardá-los no teu âmago e nunca os esquecer.

Comentários

  1. oiiee, adorei teu blog..td aqui me agradou, indicação do filme...adorei Amor sem Escalas ;)

    te aguardo em meu outro blog http://sandracrisa.blogspot.com

    um beijo no coração

    ResponderExcluir
  2. Oi Sandra que bom que gostou!
    Também adorei o seu!
    E pode deixar que já estou
    seguindo o outro...
    Um bom final de semana!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Carmen Steffens apresenta linha de chinelos

Burberry lança campanha de Natal

Adidas lança filme inspirado em obras famosas

Produtos infantis inspirados em Dory

Lançamento da Coach assinado por Selena Gomez