De qual injustiça se fala?

Por Rosiane Braga
Fotos: CMI Brasil/ Késsia Faria

Em uma das minhas andanças por esse mundo conectado por redes, mencionaram que hoje, dia 23 de agosto é o dia para ser lembrado como um dia contra a injustiça. Fiz uma minuciosa análise e recorri aos contextos históricos, mas não encontrei o que fez este dia ser associado ao fato. INJUSTIÇA! Palavra que sempre invade nossos ouvidos, por suposto desabafo ou argumento de escape. É complicado avaliar situações sem saber o “porque”! Pra isso servem os “contestadores de motivos”, que atuam em várias profissões.

Mas o que é mesmo injustiça? O senso comum às vezes nos responde melhor as situações, do que estudos etimológicos e científicos. Não acha? Praticar generosidade inibe a injustiça. O homem que rouba, explora e oprime, pratica injustiça. Pra se livrar disso existem os recursos materiais, confiança de si mesmo e fugir do medo. E a tal da impunidade? Somente pessoas habilitadas podem punir! Sempre os argumentos apresentados são suficientes para determinar a punição?

Ora, ora, ora! Acho que vou parar por aqui, mas falar de injustiça aguça os questionamentos, não é mesmo!? As respostas são variadas, não é porque uma pessoa que “parece” ser culpada, esta em liberdade, que a mesma esteja impune e automaticamente houve injustiça. E onde entra a certeza do delito? Muitas pessoas culpam aquele cidadão investido de autoridade pública que tem o poder de julgar, por ser um mestre em cometer injustiças.

Pessoas! O Meritíssimo também deve seguir muitos procedimentos previstos nos códigos do processo. Não exerço nenhuma atividade na área do direito e não estou aqui para defender ninguém, apenas acredito que estaríamos nós mesmos praticando a injustiça ao julgar sem saber. Falar de impunidade e morosidade da justiça é muito subjetivo. Apenas após o desfecho de um julgamento é que podemos avaliar se a impunidade decorre da não-aplicação da pena.
  
Quando a justiça não é respeitada ou houver impunidade para aqueles que burlaram o sistema ético ou moral, estamos falando de injustiça. Problemas de relacionamento é o maior desencadeador das injustiças mais vistas na sociedade. Não vamos julgar para não sermos julgados, mas ao julgar procure saber circunstâncias. Não cometa atos de injustiça, Generosidade, passe adiante! Ninguém se indigna mais com a injustiça do que o injusto quando sofre!

"A injustiça, senhores, desanima o trabalho, a honestidade, o bem; cresta em flor os espíritos dos moços, semeia no coração das gerações que vêm nascendo a semente da podridão, habitua os homens a não acreditar senão na estrela, na fortuna, no acaso, na loteria da sorte, promove a desonestidade, promove a venalidade [...] promove a relaxação, insufla a cortesania, a baixeza, sob todas as suas formas." (Rui Barbosa)

Comentários

  1. a injustica grande mal de nossos tempos y que bem vc fala no seu texto a felicito por gran verdad que vc describe no seus textos...a gente teim que refletir sobre ese mal...

    Saludos
    abracos
    otima semana

    ResponderExcluir
  2. Oie Rosiane, seja bem vinda em meu cantinho romântico e também ja estou te seguindo, alias tudo aqui é lindo, Parabéns!
    Beijos em teu coração

    ResponderExcluir
  3. Olá Rosiane!
    Adorei o texto, oportuno e adequado. Parabéns! É complicado falar sobre injustiça, pois requer critérios claros e objetivos sobre o que vem a ser justiça propriamente dita. Do contrário qualquer coisa que se diga, pode cair na vala do subjetivismo, que à luz do Direito é fonte de injustiças. No discurso de Rui Barbosa, que gosto muito, os critérios utilizados estão voltados ao sistema normativo vigente no tempo (naquele tempo) e no espaço, tanto que, irritado com os problemas do judiciário, ele disse certa vez: "Justiça atrasada é injustiça qualificada e manifesta".

    Adorei teu blog. Voltarei mais vezes. Bjssss.

    ResponderExcluir
  4. Olá
    muito bom seu blog, textos muito legais, como esse.
    voltarei sempre.
    bj

    ResponderExcluir
  5. ola
    gostei muito do conteudo do teu blog
    estou seguindo e vou usar como fonte de pesquisa
    JB

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Carmen Steffens apresenta linha de chinelos

Burberry lança campanha de Natal

Produtos infantis inspirados em Dory

Adidas lança filme inspirado em obras famosas

Pantone anuncia a cor de 2017