Minha criança interior

Por: Rosiane Braga
Fotos: Vicente Parisi/ Geisa/ Vanessa Soares

Os seres vivos nascem, crescem, reproduzem e morrem! Percurso natural da vida onde todos nós passamos e levamos um pouco de cada momento vivido na bagagem. O Eu e suas etapas! Hoje se comemora o dia das crianças. Dia propício para vê-las nas ruas em aglomeração com caixas de presentes, pirulito e algodão doce. O Sr. palhaço não fica em casa nesse dia, vira e mexe a gente encontra um por ai.

O dia das crianças deve ser lembrado como um dia além da noção de espaço descrito. Descrever fatos não é suficiente para revigorar a criança que existe dentro de nós. Recorrer à memória e remontar as histórias, os brinquedos ganhos e as brincadeiras são apenas recordações. Não se deve esquecê-las, mas o mais importante e fazer com que a sua criança interior reviva sempre dentro de você.

Ser criança é ter a grandeza da simplicidade, seu olhar é o espelho da verdade e suas esperanças se renovam a cada dia quando ganham um doce e agradecem com um sorriso. Por que não vivermos com alegria de criança?

Agir como uma criança sem inibições é uma forma de apreciar a vida sem restrição, preocupação ou timidez. Quando conheço um adulto mais amo uma criança. Criança não é apenas uma etapa que a denominavam quando nossa estatura e corpo ainda não eram desenvolvidos. Ela ainda existe! Basta você reconhecê-la dentro de você.

Se escutar a criança que temos na alma, nossos olhos tornarão a brilhar. Se não perdermos o contato com esta criança, não perderemos o contato com a vida.. (Paulo Coelho)

Um grande homem é aquele que não perdeu o Coração de Criança. Todo mundo carrega dentro de si uma criança. E todo mundo aprende a reprimi-la para ser adulto. Crescemos e "temos" que ser sérios. E desde quando precisamos deixar de ser crianças? A vida já é muito complicada para vivermos sérios e carrancudos. E isso tudo não é deixar de viver com seriedade... é viver com a leveza de uma criança e obrigações de adulto. Fica muito mais fácil viver assim. Então, coloque uma panela na cabeça e solte o menino (a) maluquinho (a) que existe dentro de você! Só não vale subir no muro e achar que sabe voar, né? (Autor desconhecido)
 
Leia tambémEternamente Criança

Comentários

  1. Rosiane, aqui sou um intruso. [sorrio]
    Contudo, concordo com você. Temos mesmo é que simplificar um pouco a vida e liberar o que há de Menino Maluquinho em nós.
    A criança interior pode ate estar adormecida, porém ela vive eternamente em nossos sonhos.

    “Para o legítimo sonhador não há sonho frustrado, mas sim sonho em curso” (Jefhcardoso)
    Jefhcardoso do http://jefhcardoso.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olá, jefhcardoso!
    Venha quando puder, agradeço a
    sua visita. Já sou tua seguidora.
    Abraço amigo.

    ResponderExcluir
  3. Rosiane, amei o blog! Leve e, ao mesmo tempo, instigador. Parabéns, querida!
    Quando tiver um tempinho, passa lá no www.construtoradepalavras.com.br - Gostarei muito de te ver por lá!
    Ah, gostei tanto desse espaço que virei seguidora.
    Bj

    ResponderExcluir
  4. Oi Marinha, obrigada pelo carinho.
    É um prazer ter você por aqui.
    Já vou seguir você também.
    Beijos coloridos.

    ResponderExcluir
  5. Grande homenagem às crianças!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Oie Piedade!
    Obrigada pela visitinha.
    Um grande abraço para você.

    ResponderExcluir
  7. Adorei' bela Homenagem , Parabéns pelo o lindo blogger , ;* fica com Deus . beijinhos <3

    ResponderExcluir
  8. Rosiane, adorei teu Blog chedio de cores, sorrisos e muita vida! Todos temos um lado meio criança...meio moleque.

    Até a volta.

    Sérgio Paiva

    ResponderExcluir
  9. Oi AlinyRodrigues,
    Obrigada, bençãos divina a você também.

    Sérgio Paiva,
    Volte sempre e
    Obrigada pelo carinho.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Carmen Steffens apresenta linha de chinelos

Kim Kardashian na capa da ‘Harper’s Bazaar’

SP Fashion Week N44: Osklen

Sandálias da Ipanema ganham novas cores

Conheça os danos da maquiagem vencida