Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2011

Conto: A Natureza pede socorro

Por Rosiane Braga
Fotos: Divulgação

A sensação era de pisar ao ar livre e ter um abraço com carícia. Um buraco em harmonia! A sombra estremecia os olhos por causa do brilho azul, era o reflexo do céu. O ácido trincava os dentes e arrepiava o braço, quem se atrevia sentia o gosto forte da acerola, ao qual a árvore carregada da fruta ficava a beira do barranco. Com três barras de ferro na horizontal, a cerca mostrava sinais de abandono e os pingos da chuva terminavam o percurso com a água misturada à ferrugem. Os passos tinham que ser muito firmes para conseguir equilíbrio em meio a um cascalho solto.
A curva levava a um “tapete” de folhas secas, que ficava no meio de altos pés de eucaliptos, com caules da mesma espessura. O som era da orquestra de pássaros que criavam seus filhotes por ali, os ninhos ocupados davam idéia de reprodução. Conforme os passos iam aumentando o clima úmido também, até alcançar à cachoeira delimitada pelas grandes pedras. O gosto doce e leve dava demonstraçã…

Ações que nos definem

Por Rosiane Braga
Fotos: Ugly/ Karlusfilipe/ ®gonçalves

Muitas pessoas, claro que com exceções, só pensam de como está o seu comportamento ou  suas atitudes quando  vão à igreja nesta época e ouvem o celebrante mencionar que na Semana Santa é o melhor tempo de jejuar e meditar sobre o que estamos fazendo, porque Cristo morreu por nós e deseja que nossas ações sejam em prol do bem.
Não é sermão para ninguém, por que isso realmente acontece, e quem faz a carapuça serve, mas alguns indivíduos da sociedade freqüentam cultos e missas somente nesta semana. E ainda acreditam que irão ganhar a salvação por orar ou rezar na Semana Santa.Todo mundo sabe que não é assim que devemos agir e  assim o fazem  por considerar uma válvula de escape para a justificativa que ainda estão buscando estar bem com Deus e espiritualmente.
Na Semana Santa celebramos a vida, o amor e a misericórdia de Deus. E é nela que apenas firmamos a fé, o nosso compromisso em fazer o bem para a humanidade e assim cumprirmos a m…

Muito prazer, eu sou mais um que escapou da morte!

Imagine você em um ambiente que tem como objetivo passar parâmetros sociais, onde se convive com pessoas que transmitem ensinamentos e colegas que estão ali com o mesmo objetivo que você. De repente você se depara com a imagem de um ser aparentemente normal que pretende levar a sua vida, enquanto o que você busca é aprendizagem e ser alguém de destaque. Não é possível descrever cenas de tamanha crueldade que as crianças viveram em uma escola no Rio de Janeiro. A mídia em si quer desvendar os motivos que levaram o homicida a cometer a barbárie. Por que não se preocuparem com o que vai ser da mente daqueles que voltarão àquele local ou aqueles que não mais sequer voltarão ali. Qual interesse em saber onde o “monstro” morava, como foi na infância e quem vai buscar o corpo do indivíduo no IML? Alguém se candidataria? Os psicólogos tentam entender o comportamento do rapaz. E porque não ajudar as vítimas a amenizar as marcas do massacre?
Nos últimos dias foram utilizados grandes espaços d…