O preço do voto

O voto por meio de urna eletrônica foi implantado no Brasil em 1996. O Tribunal Superior Eleitoral estabeleceu que apenas os municípios com mais de 200 mil eleitores utilizaram-se dela. Em 1998 os municípios com mais de 40.500 eleitores também passaram a utilizar a urna eletrônica no processo eleitoral. Já no ano 2000, todo o território brasileiro teve suas eleições informatizadas.

VOCÊ sabia que...

O uso das urnas eletrônicas durante esses últimos 12 anos também economizou 505,44 milhões de litros de água que eram utilizados na produção do papel das cédulas, volume esse suficiente para abastecer uma cidade de 100 mil habitantes durante um mês.

De acordo com dados divulgados nesta terça-feira (6), pelo Tribunal Superior Eleitoral as eleições municipais tiveram o menor custo desde a adoção do sistema de votação por urna eletrônica. O gasto bruto total foi de R$ 395,2 milhões. As eleições custaram R$ 2,81 por eleitor – em 2008, últimas eleições municipais, a média foi R$ 3,75, e em 2000, R$ 4,45.

A ECONOMIA se deve a instalação de comitês de representação das polícias nos tribunais locais, logística mais apurada no transporte de urnas e na substituição de aparelhos defeituosos, participação de milhares de mesários voluntários e a votação pelo sistema biométrico.

Comentários

  1. queria ser assim ver o lado positivo das coisas de nosso brasil, mais na minha opinião aqui se dá mais prioridade a eleição do que a gestão , a eleição é a estrela, quando é ano dela nada mais importa fica tudo em segunda plano.

    ResponderExcluir
  2. oi anjo só, é verdade. Sem falar nas promessas que também só aparecem no período eleitoral, depois todos as esquecem.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Carmen Steffens apresenta linha de chinelos

Burberry lança campanha de Natal

Adidas lança filme inspirado em obras famosas

Produtos infantis inspirados em Dory

Lançamento da Coach assinado por Selena Gomez