Mudança climática


A partir desta segunda-feira (3), delegações de todo o mundo participam na Alemanha de uma rodada de negociações, sob a direção da ONU, para elaborar um grande acordo sobre a luta contra as mudanças climáticas antes da Conferência de 2015. Especialistas destacaram que as negociações entraram em uma fase crítica de criação do acordo de 2015. A imprensa internacional divulgou que seis meses depois dos poucos resultados obtidos na Conferência de Doha, persiste a necessidade de desviar o planeta da inquietante trajetória em direção a um aquecimento climático de 3 ºC a 5 ºC. 

Leia também: 

Segundo eles, uma trajetória cada vez mais preocupante, já que a concentração de dióxido de carbono (CO2) na atmosfera superou o limite simbólico de 400 partes por milhão (PPM).A secretária-executiva da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança Climática, Christiana Figueres disse que diante do desafio de termos ultrapassado as 400 PPM pela primeira vez na história da humanidade, podemos não alcançar resultados urgentes. A reunião durará 12 dias.

Entenda o novo acordo global!

Diplomatas estão engajados na criação de um novo tratado internacional, com o intuito de substituir o Protocolo de Kyoto, acordo climático que obriga países desenvolvidos a reduzir as emissões de gases-estufa. Criado em 1997, o Kyoto obriga nações desenvolvidas a reduzir suas emissões em 5,2%, entre 2008 e 2012, em relação aos níveis de 1990. O tratado não compreende os Estados Unidos, um dos principais poluidores, e não obriga a ações imediatas de países em desenvolvimento, como China, Índia e Brasil. Já o novo tratado global terá que ser concluído até maio de 2015, para ser apresentado e aprovado no fim do mesmo ano na COP 21, e deve englobar todos os governos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Carmen Steffens apresenta linha de chinelos

Lana Del Rey na capa da ‘V Magazine’

Produtos infantis inspirados em Dory

Adidas lança filme inspirado em obras famosas

Super Bonder no esmalte faz unhas durarem mais