Muito lixo em pouco prazo


Integrantes da 4ª Conferência Nacional de Meio Ambiente consideraram muito curto o prazo, até agosto do ano que vem, para erradicar os 3 mil lixões do país. Durante a Conferência, o deputado Paulo Teixeira (PT-SP) defendeu a revisão do prazo fixado na lei. De acordo com ele, é um prazo curto para a implementação da política e por causa do pouco tempo não vai dar tempo de fazer algo bem feito. Também foi exposto o fato de que alguns prefeitos se sentindo pressionados estão recorrendo à incineração dos resíduos para que eles não sejam enviados aos lixões.

Segundo o secretário de Gestão Ambiental de São Bernardo do Campo, em São Paulo, João Ricardo Caetano, além de acabar com os lixões, será preciso, na sequência, tratar o passivo ambiental gerado pela disposição inadequada de resíduos ao longo dos anos. São quase 3 mil lixões espalhados em 2.800 cidades. Autoridades e ambientalistas reclamam da falta de uma política pública que ofereça recursos e assistência técnica para grande parte das prefeituras do país para que pudessem erradicar os lixões.

Os conferencistas destacaram que os pequenos municípios, com menos de 10 mil habitantes, não têm recursos financeiros, nem equipe técnica qualificada para elaborar planos de gestão de resíduos sólidos, ou para construir e manter aterros sanitários. A representante do Movimento Nacional dos Catadores Recicláveis, Claudete Costa, ressaltou que, apesar do prazo para o fechamento dos lixões até o ano que vem, ainda não existe uma política pública voltada para a categoria. A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, explicou que é preciso definir uma estratégia em caráter permanente para o papel dos catadores e que a gestão dos resíduos sólidos é tema central da agenda ambiental do país.

Dos problemas apresentados, uma das soluções passa pela regionalização dos aterros sanitários e pela simplificação dos sistemas de gestão de resíduos sólidos para dar condições às prefeituras para que atendam ao prazo da legislação. A ministra também informou que das 2.800 cidades, o governo deve concentrar a atenção em cerca de 240 municípios que produzem 80% do lixo no país embora não são responsáveis pela magnitude do impacto ambiental.  Mais uma vez continuaremos acompanhando todos os procedimentos para a implantação da política Nacional de Resíduos Sólidos no Brasil e que seja de forma sensata preservando o Meio Ambiente.

Comentários

  1. Senhor,

    Basta um olhar
    e o amor vem
    tal como Vós o ensinaste

    E o mundo deixa a infelicidade
    E entra no Teu caminho
    Na Tua verdade
    Na Tua vida!

    Belo! Abraço,

    Maria Luísa

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Carmen Steffens apresenta linha de chinelos

Burberry lança campanha de Natal

Adidas lança filme inspirado em obras famosas

Produtos infantis inspirados em Dory

Lançamento da Coach assinado por Selena Gomez