Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2013

O primeiro passo...

Vagner, de 35 anos, procurou o serviço para se livrar do vício que tem há 21 anos
“Não aguento mais. O crack mata aos poucos, se pelo menos fosse de uma vez. Eu quero ser internado. Se eu sair daqui, eu vou fumar”, relatou. Ele, que é morador de rua, espera poder retomar a vida familiar depois do tratamento. “Mas é muito difícil. Já fui internado oito vezes e sempre volto”, lamentou.

No início deste ano, o estado de São Paulo viabilizou uma parceria, considerada inédita em nosso país, com o objetivo de tornar mais rápida à tramitação do processo de internação compulsória de dependentes químicos. Integram ao projeto, Judiciário e o Executivo, além de médicos, juízes e advogados. O artigo 9º da lei 10.216/01 (Lei Federal de Psiquiatria) estabelece a possibilidade da internação compulsória, sendo esta sempre determinada pelo juiz competente, depois de pedido formal, feito por um médico, atestando que a pessoa não tem domínio sobre a sua condição psicológica e física.
O mecanismo de internaç…